• Chá de Leitura

PALMARES, ONTEM E HOJE


O que foi o quilombo dos Palmares e qual o significado dele para os nossos dias? Como o quilombo era visto pela elite colonial, no século XVII, e como é interpretado hoje? É possível apresentá-lo sob uma única roupagem, neutra e imparcial, sem mesclá-la aos interesses e angústias do presente? Buscando responder a essas e outras perguntas, este pequeno livro introduz o leitor não só no tema do quilombo pernambucano, mas também em outros assuntos correlatos e não menos instigantes, como a escravidão, a resistência negra, as visões acerca dos negros ao longo do tempo, etc.

Os autores esboçam, além disso, um breve panorama das pesquisas sobre Palmares, desde as primeiras décadas do século XX até os dias atuais. Percebido inicialmente como uma manifestação negativa, o quilombo passou a significar, nas décadas de 1950 e 1960, "um exemplo de luta pela liberdade e força" dos negros face à opressão da elite branca, colonial. Essa nova interpretação, que valorizava a rebeldia escrava, começou a ganhar corpo após o fim da Segunda Guerra Mundial, quando o racismo caiu em descrédito e o interesse pelas "massas" estimulou novos estudos, incluindo os que tratam da escravidão e dos assentamentos quilombolas.





29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo